Pergunte ao especalista

Em Foco

Teatro da Palavra

14/01/2011

Thiago Mariano

O drama de estar impossibilitado de exercer a atividade que é o seu dom adquire tons minimalistas em Dueto para Um, que reestreia amanhã no Tucarena. A montagem é a estreia de Mika Lins como diretora.

Com texto do britânico Tom Kempinski, o espetáculo é inspirado na vida da violoncelista inglesa Jacqueline du Pré (1945-1987), célebre musicista do seu tempo, que foi obrigada a interromper a carreira aos 28 anos com diagnóstico de esclerose múltipla.

No enredo, Jacqueline vira Stephanie Abrahams (Bel Kowarick). E a luta para lidar com a situação é enfrentada no divã, com o auxílio do psiquiatra Dr. Feldman (Marcos Suchara). Para pontuar os momentos de verborragia e silêncio que marcam a agonia da personagem, explorada através das conversas dela com seu médico, a diretora privilegiou uma encenação que convergisse toda para a importância do diálogo entre Stephanie e Feldman.

"Minha primeira escolha foi tirar o realismo do cenário, não reproduzir o gabinete psiquiátrico. Logo em seguida o Cássio (Brasil, cenógrafo) trouxe a ideia do palco giratório, que faz com que o espectador se sinta dentro da sessão."

Tudo mais, luz e trilha, ajuda a convergir para o conflito exposto no diálogo. "O que não se compreende no texto, a encenação não ajudará. A solução está sempre na palavra, na falada ou na não dita, no subtexto", completa Mika.

Na dura situação, o ensejo é de que Stephanie admita sua realidade, mas sem vê-la com eterno pesar.

"A gente se depara, na vida, com crises transponíveis e situações que não são possíveis transpor. Acho legítimo o direito à desistência."

O fim é por conta da plateia. Stephanie terá o dela - aberto, mas terá. "Essa peça é sobre gente que já passou por uma perda muito grande ou tem medo de perder algo na vida". Situação que todo mundo passa, mas cada um com o seu jeito de resolver.

Dueto para Um - Teatro. No Tucarena - Rua Monte Alegre, 1.024, São Paulo. Tel.: 2626-0938. 6ª e sáb., às 21h e dom., às 19h30. Ingr.: R$ 30 (6ª e dom.) e R$ 40 (sáb.). Até 27 de fevereiro.

FONTE:  o Diário do Grande ABC

Outras Noticias