Pergunte ao especalista

Em Foco

Fisioterapia para Esclerose Múltipla

29/04/2011

O tratamento da fisioterapia para os portadores de esclerose múltipla visa a recuperação da área afetada, num episódio de crise da doença.

Contudo, a fisioterapia motora, com o auxílio da eletroterapia é geralmente a mais indicada numa fase inicial, para evitar retrações musculares, diminuir a dor, fortalecer os músculos e treinar atividades da vida diária como caminhar, escovar os dentes, pentear os cabelos, caso haja essa necessidade.

Na fase mais avançada da doença é comum que o sistema respiratório seja afetado, sendo necessário realizar também sessões de fisioterapia respiratória utilizando pequenos aparelhos como o flutter, por exemplo, capaz de fortalecer os músculos respiratórios e mobilizar secreções. Exercícios respiratórios são também muito importantes para facilitar a respiração e torná-la mais eficiente, diminuindo o risco de sufocamento.

A indicação da fisioterapia é feita com a análise da gravidade das consequências de uma crise da doença. E nem sempre é necessária.

Fonte: TUA SAÚDE

Outras Noticias