Pergunte ao especalista

Em Foco

Pesquisadores conseguem reverter esclerose múltipla

11/01/2012
Pesquisadores da University of Freiburg, na Alemanha, conseguiram reverter a esclerose múltipla em camundongos. Com uma técnica que “engana” o sistema imunológico os animais apresentaram melhoras em 48 horas. A doença ocorre quando a gordura da bainha de mielina, estrutura que envolve as fibras nervosas para melhorar sua condutividade, começa a ser atacada pelo sistema imunológico. Os sintomas são fraqueza muscular, problemas de visão e paralisia. Camundongos tiveram melhoras em 48h. Para conseguir lutar contra a doença, que é auto-imune, a equipe do pesquisador Marco Prinz, usou camundongos (geneticamente modificados para apresentarem os sintomas da esclerose múltipla) para injetar RNA e, assim, estimular a produção de uma proteína chamada interferon-b (IFNb). Em 48 horas, o camundongo apresentou melhoras, como diminuição na fraqueza da cauda e na paralisia. O aumento da proteína IFNb, segundo a pesquisa, parece retardar o desenvolvimento das células T – células do sistema imunológico que podem ter um papel fundamental na doença. Revista Galileu

Outras Noticias