Pergunte ao especalista

Em Foco

Governo ampliará produção de células-tronco com investimento de R$ 15 milhões

25/04/2012
Brasília, 18 abr (EFE).- O governo investirá R$ 15 milhões em um projeto para ampliar sua produção de células-tronco para o uso na rede pública de saúde, informou nesta quarta-feira a Agência Brasil. Desse total, R$ 8 milhões serão destinados à construção e reforma de oito centros de tratamento celular e o restante será usado em pesquisas. Segundo o Ministério da Saúde, o governo pretende impulsionar o uso da medicina regenerativa da saúde pública em tratamentos para recuperar tecidos do coração e de articulações que perderam o movimento, além de tratamentos para combater a esclerose múltipla. Outro objetivo é equipar os centros médicos para que os mesmos possam produzir células-tronco suficientes para abastecer os hospitais públicos e privados, que dependem, em sua maioria, de células importadas. 'O objetivo é incentivar a independência tecnológica do país e proporcionar autonomia produtiva nas áreas mais inovadoras da saúde', assegurou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em um encontro com cientistas em Brasília, concluído nesta quarta-feira. 'A produção de células-tronco próprias, embrionárias e adultas, vai baratear o custo das pesquisas e também possibilitar a produção em escala para uso comercial', assinalou o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha. Três centros de tratamento celular já funcionam no Paraná, na Bahia e em São Paulo. O uso de células-tronco derivadas de medula óssea apresentou bons resultados no tratamento de leucemias e anemias, pontuou o Ministério da Saúde. Embora o tratamento celular ainda não seja reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM, órgão que regula os profissionais), seu uso em pacientes já está permitido no âmbito das pesquisas clínicas. EFE

Outras Noticias