Pergunte ao especalista

Em Foco

Concurso vai liberar 1 milhão de euros para pesquisa sobre esclerose múltipla

26/02/2013

A Merck Serono, divisão farmacêutica de produtos biotecnológicos da alemã Merck, está com as inscrições abertas para o concurso Grant for Multiple Sclerosis Innovation, que vai conceder apoio financeiro de 1 milhão de euros aos melhores projetos na área de esclerose múltipla. Os interessados têm prazo até 28 de fevereiro de 2013 para se inscrever no concurso que está aberto a acadêmicos do mundo todo.

Para participar do Grant for Multiple Sclerosis Innovation, é necessário ter projetos inovadores em andamento associados a patogênese da esclerose múltipla, resposta ao tratamento, previsão de subtipos da doença, ou identificação de marcadores preditivos que permitam melhor decisão clínica no uso dos tratamentos vigentes e/ou de quaisquer novos tratamentos em potencial. É preciso que o candidato tenha dados preliminares com resultados positivos para se aplicar ao processo de seleção. O objetivo é ampliar e melhorar a compreensão sobre a doença e beneficiar os pacientes com novas possibilidades de tratamento.

Pelo regulamento do concurso, os participantes devem direcionar pesquisas que sigam os seguintes critérios definidos pelo Comitê Científico: relevância para a prática clínica, investigação inovadora, fundamentação científica, viabilidade e utilidade prática.

Os candidatos podem enviar os projetos para o e-mail gmsi@merckgroup.com. Será enviada uma resposta automática com um questionário que solicitará uma breve descrição do projeto de pesquisa. Após o preenchimento do questionário, o candidato vai receber uma resposta de confirmação da conclusão de sua apresentação.

Os selecionados serão convidados a apresentar um protocolo formal e um orçamento detalhado do seu estudo. Com base nessas informações, a comissão de avaliação vai tomar suas decisões para definir os finalistas do concurso. A comissão de avaliação é composta por representantes da Merck Serono (incluindo neurocientistas, neurologistas e especialistas em esclerose múltipla). Os vencedores da edição de 2013 serão conhecidos no próximo ECTRIMS (European Committee for Treatment and Research in Multiple Sclerosis), a ser realizado em outubro de 2013 em Copenhagen.

Para mais informações sobre o Grant for Multiple Sclerosis Innovation acessehttp://www.grantformultiplesclerosisinnovation.org/

Sobre a esclerose múltipla

A esclerose múltipla é uma doença desmielinizante, autoimune, que afeta o sistema nervoso central e desencadeada pela combinação de fatores genéticos e ambientais, compromete a bainha de mielina – camada composta de lipídios que envolvem os neurônios. Como consequência, causa lesões motoras, sensitivas e/ou cognitivas. A bainha de mielina funciona como uma proteção aos axônios – prolongamento dos neurônios – por onde são transportados os impulsos elétricos que permitem os movimentos e as sensações de temperatura, tato, olfato, etc. Sem a bainha de mielina, os axônios ficam como ‘fios desencapados’, prejudicando a transmissão desses impulsos à regiões afetadas.

Por seus sintomas serem remitentes recorrentes, o diagnóstico da doença é o principal desafio para minimizar os impactos na qualidade de vida dos pacientes, que geralmente são adultos jovens em fase produtiva. A estimativa é de que a doença acometa 15 pacientes em cada 100 mil habitantes no Brasil, especialmente mulheres. No mundo, são afetados aproximadamente 2,5 milhões de pessoas entre 20 e 40 anos.

Sobre a Merck

A Merck é a mais antiga indústria farmacêutica e química do mundo. A companhia une essa tradição com a busca constante por inovações nos segmentos em que atua. Com forte presença global, a Merck, fundada na Alemanha há mais de 340 anos, hoje está presente em 67 países e distribui seus produtos em mais de 150. A empresa possui visão de longo prazo e prioriza a pesquisa e o desenvolvimento de inovações nas indústrias farmacêutica e química.

Outras Noticias