Pergunte ao especalista

Em Foco

Rede social EuPaciente facilita convivência e acompanhamento de patologias

08/05/2015

Aflições, angústias e pequenas vitórias diárias de portadores de doenças crônicas só são realmente compreendidas por quem convive com patologias. Através da rede social EuPaciente (eupaciente.com.br), primeira no país focada no paciente, mais de 8 mil membros trocam diariamente experiências  sobre suas doenças, por intermédio das ferramentas de relacionamento disponibilizadas, dando mais poder ao paciente, tendo o mesmo como protagonista.

 A rede social, que oferece gratuitamente aos seus integrantes a oportunidade de compartilhar conhecimentos e sentimentos com quem vive situações semelhantes, também possibilita o registro da evolução do quadro clínico de seus usuários. “A troca de experiência e sentimentos entre pessoas com as mais diversas doenças é enriquecedora e confortante” “O EuPaciente foi pensado e concebido para oferecer um ambiente adequado para os pacientes, onde a interação entre os membros passa a ter grande valor, proporcionando o empoderamento do paciente”, diz um dos responsáveis pela rede, Carlos Paludo. “E o fato de poderem  fazer um histórico clínico permite que tenham um maior controle de suas patologias” “As ferramentas oferecidas na rede buscam proporcionar um acompanhamento em bases diárias, inclusive com os noves critérios que estão sendo implementados – Medidores de Pressão, Glicose e Peso”, completa.

 As doenças crônicas fazem parte da vida de uma boa parte da população e, no Brasil, cerca de 7% da população é portadora de doenças raras. Conviver com uma doença não é fácil, gera sentimentos e angústias. “O EuPaciente vem possibilitando uma troca de experiência entre pessoas de diversas patologias que interagem e, de certa forma, se apoiam, “O EuPaciente acredita que o paciente deva agir de forma protagonista ao tratar de sua saúde e procuramos proporcionar um ambiente adequado, seguro e com o devido respeito que a área da saúde merece ao se relacionar com um Paciente. O apoio que vemos na rede nos faz crer que estamos num bom caminho”, diz Paludo.

Portadores de obesidade, diabetes e outras doenças, através do EuPaciente têm a oportunidade de se aproximarem de seus pares e conhecerem as diversas maneiras de lidarem com a própria patologia e,  desta maneira, terem uma melhora na qualidade de vida.

Além da troca de informações, é possível o agrupamento de exames, documentos e receitas médicas num único ambiente, facilitando ao paciente e a equipe médica avaliar o quadro clínico e a evolução histórica do caso. “Nosso objetivo é fornecer um recurso adicional para o acompanhamento das manifestações de cada enfermidade, jamais substituir os profissionais da saúde, mas sim agir de forma complementar”, ressalta Paludo. 

Outras Noticias