Pergunte ao especalista

Em Foco

Remédio para hipertensão é eficaz contra esclerose múltipla

25/08/2009
WASHINGTON — Um medicamento contra a hipertensão seria eficaz para tratar a esclerose múltipla e impedir, ou, inclusive, reverter as paralisias resultantes, segundo um estudo realizado com roedores, cujos resultados foram divulgados esta semana. Os pesquisadores provocaram lesões cerebrais nos animais similares às responsáveis pela esclerose múltipla nos humanos. Alguns ratos foram em seguida tratados com lisinopril, um medicamento genérico para a hipertensão desenvolvido pela empresa farmacêutica norte-americana Merck e comercializado como Prinivil. Os ratos que receberam o medicamento produziram uma grande quantidade de células imunológicas denominadas linfócitos T. Essas células impedem nos ratos de laboratório e nos humanos as doenças autoimunes nas quais o sistema imunológico ataca células e tecidos saudáveis do organismo. Os animais tratados com lisinopril não desenvolveram os sintomas da doença, enquanto que os já paralisados tiveram um rápido desaparecimento de sua paralisia, explicou o doutor Lawrence Steinman, professor de neurologia da Faculdade de Medicina de Stanford (Califórnia, oeste), principal autor do estudo. Segundo o doutor Steinman, os resultados desta pesquisa levam a crer que o lisinopril poderia ter o mesmo efeito em pessoas com esclerose múltipla ou, inclusive, que sofrem de outras doenças autoimunes. O trabalho foi publicado nos Anais da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (PNAS).

Outras Noticias