Pergunte ao especalista

Em Foco

Joinville participa de mapeamento nacional da esclerose múltipla nesta sexta

11/03/2016

Pacientes diagnosticados com esclerose múltipla que vivem em Joinville participam nesta sexta-feira de mapeamento inédito no Brasil. O grupo será atendido por uma equipe de neurologistas e se submeterá a avaliações específicas. A iniciativa é um projeto do Comitê Brasileiro de Tratamento e Pesquisa da Esclerose Múltipla (BCTRIMS) e ocorre durante todo o dia no Hospital Dona Helena.



O objetivo do estudo é fornecer dados sobre a real prevalência da doença na população brasileira em diferentes regiões do País.  Joinville foi escolhida porque a população da cidade preenche os critérios de inclusão no projeto e apresenta uma descendência nitidamente germânica, dado importante para avaliar a questão genética da doença, segundo o neurologista Jefferson Becker, presidente do BCTRIMS. Outras sete cidades integrarão mapeamento ao longo de 2016 e 2017: Bento Gonçalves (RS), Taubaté (SP), Bastos (SP), Barbacena (MG), Itabuna (BA), Sobral (CE) e Manaus (AM).

Os médicos acreditam que com o resultado do mapeamento será possível obter informações mais reais quanto à prevalência e às características clínicas dos pacientes brasileiros de cada região. Isso permitirá maior assistência aos pacientes.

A doença

A esclerose múltipla afeta 2,3 milhões de pessoas no mundo, e causa sintomas variados decorrentes de um processo inflamatório que causa lesões e atrofia no cérebro. A perda de massa cerebral causada pela esclerose múltipla pode ser até cinco vezes mais acelerada nos pacientes do que nas pessoas sem a doença, o que em longo prazo está associado à perda da capacidade física e cognitiva.

SERVIÇO
O QUÊ:
 Prevalence Day 
ONDE: Hospital Dona Helena, Rua Blumenau, 123, Centro de Joinville 
DATA E HORÁRIO: 11 de março das 8h às 18h

Outras Noticias