Pergunte ao especalista

Em Foco

Nova Jersey aprova uso medicinal da maconha

21/01/2010

A câmara legislativa estadual aprovou nesta segunda-feira um projeto de lei que torna Nova Jersey o 14º Estado americano a aceitar o uso de maconha com fins medicinais por pacientes com doenças terminais.

O governador Jon Corzine, democrata, apoiou a legislação e deve assiná-la ainda nesta semana --tornando-a oficialmente lei.

O projeto permite que pacientes com quadros como câncer, Aids e esclerose múltipla comprem até 57 gramas de maconha por mês, de locais monitorados pelo Estado.

O senador Reed Gusciora, também democrata, foi copatrocinador da lei e tenta aprová-la há anos. Ele diz que a maconha pode ser usada para aliviar o sofrimento e que não há evidência de que causaria aumento do uso de outros tipos de drogas.

"Eu não acho que deveríamos transformar em criminosos aqueles que estão muito doentes e com doenças terminais", disse.

Mesmo assim, diante dos temores da ala republicana, o projeto de lei passou por algumas modificações para evitar abusos: como a retirada do artigo que permitia aos pacientes cultivar maconha em suas próprias casas.

A legislação determina ainda que os pacientes que se enquadram no perfil da nova lei recebam uma identificação do Departamento de Saúde para que possam usar maconha.

Pacientes com doenças específicas, como câncer ou glaucoma, devem demonstrar ainda que sofrem de severa ou crônica dor, náusea, desmaios ou espasmos musculares.

Advogados e pacientes, que aguardavam por horas até o voto final, comemoraram a aprovação. "Eu estou no céu", disse Nancy Fedder, 62, que sofre de esclerose múltipla e diz usar maconha há anos para reduzir a dor. "Significa que eu não sou mais uma criminosa mo Estado de Nova Jersey".

Roseanne Scotti, diretora da Drug Policy Alliance New Jersey, uma organização que diz ser dedicada à reforma da política de drogas, agradeceu os legisladores por votar com consciência. "Nós ficamos absolutamente felizes", disse. "Este foi realmente um triunfo da compaixão".

Outros Estados já permitem o uso medicinal da maconha, como Alasca, Califórnia, Colorado, Havaí, Maine, Michigan, Montana, Nevada, Novo México, Oregon, Rhode Island, Vermont e Washington.

Outras Noticias