Pergunte ao especalista

Em Foco

Desenvolvimento da esclerose múltipla em mulheres pode levar a crises de enxaqueca

18/02/2010

670491_he

De acordo com um estudo que será apresentado na reunião anual da Academia Americana de Neurologia, em abril próximo, mulheres que estão desenvolvendo esclerose múltipla são mais propensas a crises de enxaqueca do que aquelas sem a doença.

“Mas antes que as mulheres que têm enxaqueca se desesperem, é bom notar que essa condição não leva ao desenvolvimento da esclerose múltipla em 99% dos casos”, afirma Ilya Kister, da Escola de Medicina da Universidade de Nova York. A pesquisadora lembra ainda que são necessárias mais pesquisas para saber se a enxaqueca é um fator de risco associado ao desenvolvimento da esclerose ou se essa doença neurodegenerativa leva às crises.

O estudo envolveu mais de 116 mil mulheres, das quais 18 mil foram diagnosticadas com enxaqueca. Essas mulheres foram acompanhadas por 16 anos, durante os quais 375 participantes desenvolveram a esclerose múltipla. Desse total, 82 tinham enxaqueca. A pesquisa foi a maior já feita até agora e que explorou as ligações entre essas duas condições neurológicas.

A partir desses dados – e controlando outros fatores, como idade, tabagismo, índice de massa corpórea, entre outros – os pesquisadores chegaram à conclusão de que mulheres diagnosticadas com enxaqueca no início do estudo tinham 47% mais chances de desenvolver a esclerose.

 

fonte:O QUE EU TENHO

com informações da American Academy of Neurology

Outras Noticias